Algo A Dizer
Algo a Dizer
 

casa de letraria

Por Marcílio Godoi

(ao joão ubaldo ribeiro)

 

eu sou um sujeito estranho

e coleciono vertigens

vindas de doze mil virgens

de um harém particular.

 

são velhas indisponíveis

e moças neologistas

algumas são normalistas

e querem se diplomar.

 

algum cliente reclama

da virgindade perdida

eu digo, o que é a vida

senão a reinventar?

 

habito a casa: em cima,

acomodo o meu comício;

embaixo, o meu meretrício

convivem sem se estranhar.

 

trato delas com carinho

aprendi e não me excedo

não gostam de acordar cedo

ficam mudas, a cismar.

 

minha paga é meu castigo

pois que escolhem seus amantes

mas eu as amo bem antes,

cáften vocabular.

 

há trabalhos prazerosos

(sou nada discricionário)

se as tiro do dicionário

querem logo se deitar.

 

eu sou um sujeito estranho

um poeta meio rábula

não pode ver uma fábula

que já quer confabular.

Marcílio Godoi é arquiteto e jornalista. Mestrando em Literatura e Crítica Literária pela PUC-SP, escreve há quatro anos a Coluna "O português é uma figura", na Revista Língua Portuguesa e é autor de A inacreditável história do diminuto sr. minúsculo, (vencedor do Prêmio Barco a Vapor 2012), São Paulo, cidade invisível, uma reportagem literária sobre personagens marginais à grande metrópole (vencedor do Grande Prêmio Cásper Líbero 2002); Ingrid, uma história de exílios, a saga de uma menina em busca do passado misterioso do pai; A pequena carta, uma fábula sobre a gênese de nossa primeira reportagem, a carta de Caminha; e Pequeno dicionário ilustrado de palavras invenetas, um ensaio lúdico com neologismos da língua portuguesa

Envie seu comentário:
Nome:*
Email:**
Comentário
Imagem de verificação

*Campo obrigatório
**O e-mail não é obrigatório e não será exibido no comentário
 

contato@algoadizer.com.br | Webmaster: Marcelo Nunes | Design - Pat Duarte