Algo A Dizer
Algo a Dizer
 

Engano

Por Valéria Lopes

 

Eu queria falar,

Mas não falei

E ficou o silêncio imponente

 

Queria ver,

Mas cegaram meus olhos

E ficou a escuridão somente

 

Eu queria seguir em frente, naquela manhã,

mas me levaram o dia e as horas

E ficou o vazio de sempre

 

Que a noite chegue, enfim

 

— Onde foram todos?

Logo hoje que me vesti de felicidade,

O rumo me parecia de bom tom

E as cores tingiam suaves perfumes...

 

— Que mudança é essa?

 

Minha garganta arde,

Meus olhos se derramam

Minhas pernas não me sustentam

 

Se não falo, não vejo e não sigo,

Ouço o silêncio que me traz a solidão

Mais uma vez, percebo o engano de um instante de pura fantasia

A mudança se acomoda como antes

E emudeço onde me encaixo e não me completo

 

Ainda há tempo de recomeçar outra vez

Valéria Lopes é escritora

Envie seu comentário:
Nome:*
Email:**
Comentário
Imagem de verificação

*Campo obrigatório
**O e-mail não é obrigatório e não será exibido no comentário
Comentários
  Afonso Guerra-Baião
31/08/2017

Sensibilidade e emoção em toques de delicado lirismo!
 
  Maria José Lindgren Alves
31/08/2017

Também eu já senti o mesmo e não consegui um poema tão bom como o seu.
 
 

contato@algoadizer.com.br | Webmaster: Marcelo Nunes | Design - Pat Duarte